Profissionais de saúde “já não conseguem salvar todas as vidas”

A Ordem dos Médicos (OE) afirma que a situação que se vive na área da saúde em Portugal, é culpa da ausência de medidas por parte de quem toma decisões.

O bastonário José Miguel Guimarães pede que a comunicação feita aos portugueses seja feita de uma forma transparente, coerente e objetiva, não omitindo a verdade, não escondendo a gravidade da situação.

A Ordem dos Médicos pede para que se adote um confinamento geral com a maior urgência e, pede ainda Os profissionais de saúde neste momento têm de tomar decisões complexas e muito difíceis em contexto de medicina de catástrofe e de estabelecimento de critérios de prioridade e não conseguem salvar todas as vidas. São eles que desesperam perante os limites do sofrimento e da compaixão, mercê da incapacidade de tratar o outro, e assim são vítimas de burnout e sofrimento ético. São eles que, além dos doentes, sofrem no terreno, e que aguentam a pressão brutal sobre o SNS”.

 

Publicidade


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Quem nos apoia?!

Patrocínios

Envie-nos a sua mensagem!

     

    Publicidade


    No ar com: Catarina Florencio | Música atual: Adele – Easy On Me | Música seguinte: Alicia Keys - No One

    Scroll Up