Procurar uma nova vida.

Irene Martinho era das Caldas da Rainha. Fez a mudança da sua vida à procura de novas oportunidades.

“Mudei-me para Inglaterra em 2017 (quando tinha 18 anos) e neste passado Agosto para a Holanda.”

A principal razão para a mudança, tanto para Inglaterra, como para a Holanda foi diretamente relacionada com o seu percurso académico.

“Mudei-me para Inglaterra para fazer um BSc em Psicologia com Neurociência, na Universidade de Essex. Escolhi tirar o curso fora de Portugal por várias razões, mas principalmente porque Portugal não oferece esta possibilidade de combinar disciplinas e, portanto, tirar um curso com foco em duas áreas (no meu caso, Psicologia e Neurociência). Quanto à Holanda, mudei-me para continuar os meus estudos e fazer um mestrado em Psicologia Positiva, na Universidade de Tilburgo. Este curso também era oferecido em Inglaterra, mas os componentes e a estrutura eram muito diferentes de curso para curso – simplesmente, preferi o da Holanda.”

“Para além deste fator académico, outra das razões para ambas as mudanças foi querer experienciar algo diferente, culturas diferentes, modos de vida diferentes. Queria sair da minha zona de conforto, e mudar-me para outro país parecia-me a aventura ideal!”

A adaptação foi fácil, a euforia esteve mais presente assim como o entusiasmo e o medo de não saber o que esperar.

“Mas, sinceramente, mesmo ao fim de vários anos a morar fora de Portugal, cada vez que vejo a bandeira de outro país relembro-me da aventura que estou a experienciar, que continua a parecer-me tão surreal! Mas sinto-me tão grata por poder ter esta experiência, foi sem dúvida a melhor decisão que poderia ter feito!”

Costuma visitar Portugal de 3 em 3 meses. Com a atual pandemia tem sido dificil ir a casa o que está a deixar bastantes saudades, especialmente na altura do Natal, onde não poderá vir. Para conseguir lidar com este sentimento, costuma fazer chamadas de video e ter sempre comida portuguesa com ela

“Tip para Portugueses no estrangeiro: congelem os pães com chouriço, que basta colocarem-nos no forno durante uns minutos que ficam perfeitos! Para além disto, manter-me atualizada com os acontecimentos em Portugal claro que também ajuda bastante.”

A morar na Holanda há poucos meses, sente que o futuro não passará por este país.

“Quanto a Portugal, sinto que sempre fui muito desapegada para começar – apesar de nunca esquecer as minhas origens e adorar partilhar a nossa cultura, prefiro muito mais experienciar um ambiente mais multicultural e conhecer pessoas de todo o mundo. O país em que realmente consegui conciliar ambas as partes, foi Inglaterra. Lá realmente senti-me mesmo em casa – mal posso esperar por voltar!”

Irene é uma criadra de conteudos digitais em ascenção.

“Em 2018 decidi criar um Blog ‘Waves of Thoughts’ e, mais recentemente, um canal de Youtube onde partilho todas as minhas experiências como estudante internacional (por exemplo, vlogs, conselhos sobre a vida universitária e guias sobre morar abroad), bem como bem-estar mental e desenvolvimento pessoal (uma área diretamente relacionada com o meu percurso académico). Este é um projeto que queria ter começado desde que andava no 7º ano e fico muito feliz por finalmente ter ganho a coragem necessária para o fazer! É algo que realmente me faz muito feliz e adoro ter estas plataformas para, não só me poder exprimir criativamente (através de fotografia e edição), mas também poder partilhar as minhas experiências e ajudar quem está a passar pela mesma situação (especialmente relativamente a tópicos que senti nunca ter muito apoio – por exemplo, moving abroad).”

Blog: https://www.wavesofthoughts.com/

Instagram: https://www.instagram.com/irene.martinho

Youtube: https://www.youtube.com/irenemartinho

Daqui a 5 anos, espera voltar a Inglaterra e viver com o namorado Croata, que conheceu enquanto estudava nesse país.

“Londres é das minhas cidades preferidas – muito viva e multicultural, e com imensas oportunidades. O meu maior objetivo em termos de carreira é ter o meu próprio negócio, portanto imagino-me a gerir uma extensão do meu atual projeto pessoal ‘Waves of Thoughts’. Será algo relacionado com proporcionar workshops, talks, e-material e sessões de coaching e terapia através de consultas online. Sinto que esta vertente online seria ideal para pessoas que, tal como eu, estão constantemente em mudanças e, portanto, não têm muita estabilidade na sua vida. Não só isto, mas desta forma, qualquer pessoa, independentemente da sua localização, poderia ter acesso a terapia, um aspeto que acho completamente crucial toda a gente poder experienciar.”

 

Publicidade


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Quem nos apoia?!

Patrocínios

Envie-nos a sua mensagem!

     

    Publicidade


    No ar com: Catarina Florencio | Música atual: Nickelback – How You Remind Me | Música seguinte: Jimmy P - Volta Para Ti Feat Syro

    Scroll Up