Presidente da República defende desconfinamento planeado

A renovação do Estado de Emergência já aprovado, estará em vigor a partir do dia 2 a 16 de março.

Marcelo Rebelo de Sousa vai apontando para o futuro  “o futuro desconfinamento deve ser planeado por fases, com base nas recomendações dos peritos e em dados objetivos”.

Segundo a Lusa, Marcelo Rebelo de Sousa considera que “continua, infelizmente, a manter-se a situação de calamidade pública provocada pela pandemia da Covid-19”. Não é, por isso, “recomendado pelos peritos reduzir ou suspender, de imediato, as medidas de restrição dos contactos, sem que os números desçam abaixo de patamares mais geríveis pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS), que sejam aumentadas as taxas de testagem e a vigilância de novas variantes, que a vacinação possa cobrir uma parte significativa da população mais vulnerável para a Covid-19, contribuindo para uma crescente imunidade de grupo”.

O Presidente ainda afirma que “o futuro desconfinamento deve ser planeado por fases, com base nas recomendações dos peritos e em dados objetivos, como a matriz de risco, com mais testes e mais rastreio, para ser bem-sucedido”. “Impõe-se, em consequência, renovar uma vez mais o estado de emergência, para permitir ao Governo continuar a tomar as medidas mais adequadas para combater esta fase da pandemia”.

 

Publicidade


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Quem nos apoia?!

Patrocínios

Envie-nos a sua mensagem!

     

    Publicidade


    No ar com: Pedro Miguel Silva | Música atual: 91 Fm Radio – | Música seguinte: Pedro Miguel Silva

    Scroll Up