Foi aprovado o documento que afirma a não obrigatoriedade de isolamento de 14 dias em lares

Os idosos institucionalizados em lares, que saiam por períodos superiores a 24 horas já não precisam de fazer isolamento de 14 dias, segundo a Direção-Geral de Saúde (DGS).

Na orientação referida pela DGS, esta despensa serve para os utentes que nos últimos 90 dias cumpriram os critérios de fim de isolamento e/ou que tenham um esquema vacinal completo contra a COVID-19.

Esta orientação serve não só para as Estruturas Residenciais para Idosos, como das  Cuidados Continuados Integrados, as estruturas residenciais para pessoas com doença psiquiátrica ou do foro mental e aquelas que acolhem pessoas com deficiência e incapacidade.

A grande maioria dos idosos já está vacinado contra a covid-19, os idosos que vivem em lares que saíssem por um período inferior a 24 horas já não precisavam de teste contra covid-19 nem de isolamento profilático, mas os que saíssem por mais de 24 horas continuavam obrigados ao isolamento se a saída fosse superior a um dia.

Segundo o documento publicado pela DGS, nas novas admissões nos lares mantém-se a necessidade de teste laboratorial molecular negativo ao vírus SARS-CoV-2 para os residentes/utentes que não tenham história de infeção nos últimos 90 dias.

Ainda para as novas admissões, os utentes não vacinados contra a covid-19 e sem historial de infeção por SARS-CoV2 nos últimos 90 dias devem cumprir um período de isolamento não inferior a 14 dias.

 

Publicidade


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Quem nos apoia?!

Patrocínios

Envie-nos a sua mensagem!

     

    Publicidade


    No ar com: Igor Martins | Música atual: Os Quatro E Meia – Ola Solidao | Música seguinte: Hmb - Lembra-te De Mim Feat Rui Veloso

    Scroll Up